espiritualidade

Difícil de imaginar essas duas palavras interligadas para quem não está habituado ao tema. Se formos levar o significado da palavra “espirito” aos sentidos Montesquieanos, chegaremos a uma espécie de “propósito”, o que difere do imaginário metafísico, cujo significado pode ser análogo a alma, coragem, vigor… Tendo como base essa pequena explicação, podemos explorar um pouco mais o conceito da espiritualidade nas organizações. Sidemberg Rodrigues, umas das grandes autoridades quando o assunto é a espiritualidade no ambiente corporativo, afirma que todas as empresas são espirituais, Continue lendo

apreender-empreender

Empreender, uma ação sem ensino formal no Brasil O ensino específico para empreender é um campo acadêmico relativamente novo no Brasil. É algo complexo, pois lida com improvisos e é formatado por inúmeros outros campos de estudo, como Recursos Humanos, Finanças, Marketing, Direito, Operações, etc… Algumas instituições de ensino acrescentam uma disciplina sobre empreendedorismo em cursos de graduação e pós-graduação. Mas não é requisito ter curso superior para ser um empreendedor. O empreendedorismo está ao alcance de todos, independente de educação e classe social. Empreender Continue lendo

Uma empresa não é uma ideia, um site, uma página em rede social.  Uma empresa é:  fluxo de caixa, clientes, fornecedores, parceiros, funcionários, sócios, imprevisibilidade, mercado, concorrência, perdas e ganhos, resiliência, visão, missão e continua…. A crise propôs mudanças nas relações de trabalho e muitos empregos formais acabaram. Muitas pessoas com perfil empreendedor criaram uma oportunidade e iniciaram seus negócios. Outras pessoas estão tentando empreender e não saíram das ideias, dos sites, dos sonhos.  E está tudo bem. Empreender requer autoconhecimento, desenvolvimento de competências, ações consistentes, resiliência, Continue lendo

Algumas pessoas têm facilidade para iniciar um novo negócio. Outras ficam anos sonhando, mas nunca realizam seu sonho de empreendedorismo. A boa notícia (?) é que, às vezes, o próprio destino ajuda, dizendo: ou vai ou racha!, pois em algum momento da vida as pessoas se veem desempregadas, infelizes no mercado de trabalho, querendo passar mais tempo com os filhos ou até mesmo precisando de uma renda extra. Aí o momento parece ser ideal para tirar o projeto do papel. Porém, muitas pessoas empacam nessa Continue lendo

  Em primeiro lugar, você precisa ter consciência de que a sua retirada mensal (pró-labore) é um valor equivalente ao que você pagaria para contratar outro profissional fazer o seu trabalho. Separando as suas despesas pessoais das despesas do seu negócio, você tem uma visão clara da lucratividade mensal do seu negócio. – Ah, mas no meu negócio sobra muito mais dinheiro do que eu retiro. – Que bom, o que sobra é o lucro! Um software, uma planilha ou até mesmo uma anotação em Continue lendo

Empreender é solitário. Aliás, eu acho muito solitário. Você tem que tocar o negócio, desempenhar suas tarefas diárias, planejar tudo em curto, médio e longo prazo, receber e pagar contas, celebrar as vitórias e sentir na própria pele os resultados insatisfatórios. Quando tudo vai bem, parabéns para mim! E quando tudo vai mal, sou eu quem está na linha de frente no campo de batalha, sou eu quem sofre a derrota. Como eu lido com isso é o que faz toooda a diferença. Eu tenho Continue lendo

Em conversas que tive com empresários e empreendedores no último ano sobre como sobreviver à crise, percebi alguns comentários em comum. Vou compartilhar neste post o que acredito ser importante para quem está empreendendo no momento atual. Como sou muito objetiva, prometo que será um post breve, porém com 4 conselhos práticos. Conselho número um: focar no core business e enxugar o restante. Os empresários enxugam ao máximo os custos desnecessários e focam no core business, que é a principal atividade da empresa, aquilo que Continue lendo